Porque viver, sobrevivendo, é uma questão de simplicidade...
Terça-feira, 15 de Março de 2005
"Deja-Vu" - é assim que se escreve???

O dia amanheceu como outro qualquer, manso e suave, à espera do cair das rotinas.


Sem sobressaltos, rolei os quilómetros habituais e quedei-me à porta do café do costume.


 Quando parei, como sempre, com uma roda em cima do passeio, reparei num carro que nunca tinha visto. Um intruso, pensei.


 É engraçado o clan que se forma nos habitués dos cafés logo pela manhã. Pessoas que não se conhecem, mas que vão convivendo diariamente, ao balcão do pequeno almoço, comentando os acontecimentos do dia anterior, e falando do que vai ser o seu dia…


Quando entrei, relancei o olhar pelas mesas, mas não vi ninguém a mais nem a menos.


Apenas as pessoas do costume.


Sentei-me na “minha” mesa, de sandes na mão, a suspirar pelo pastel de nata que se ria para mim, quando o vi.


 Não tinha nada de espantoso nem incomum. Parecia apenas um pouco deslocado, o que não era de admirar.


 Roupa simples, mas de bom gosto, aparência lavadinha, óculos escuros que tirou e colocou na abertura da camisa, estatura mediana, cabelo encaracolado.


Mas quando se virou para mim, apresentando um rosto agradável, mas normalíssimo, senti um arrepio no estômago, e quase me engasguei com o raio da sandes…


Tive aquela sensação estranha de dejá-vu, que já tinha vivido essa mesma situação daquela forma exactamente!


Sem tirar nem pôr….


Não me parece que alguma vez tenha visto aquele homem, que olhou para mim de relance sem sequer me ver, causando-me uma estranheza terrível.


Se por acaso reparou no meu “interesse” deve ter ficado a pensar que era doida, ou então saiu dali com uma suave massagem no ego.


 Mas cada vez acredito mais em vidas passadas, onde nos cruzámos com gente importante para nós, que a vida arranja maneira de pôr à nossa frente de novo, nem que seja de fugida!


 Digo eu…



publicado por Fernanda às 12:30
link do post | comentar | favorito

21 comentários:
De Anónimo a 15 de Março de 2005 às 21:49
Ó querida, outras vidas? Eu acho que o "chamaste-me" que sentiste é bem desta vida! :) Não ligues que eu sou doida mesmo... Beijinhoslique
(http://mulher50a6o.weblog.com.pt)
(mailto:lique2@sapo.pt)


De Anónimo a 15 de Março de 2005 às 21:10
Ai estes desejos ocultos... Dizes assim e dizes bem, como alguém já o disse um pouco lá em cima.
Pois...alexandre
(http://ascartasperdidas.blogspot.com)
(mailto:abentodesousa@hotmail.com)


De Anónimo a 15 de Março de 2005 às 19:41
Oh Fernanda, obrigadíssimo pela forcinha lá no meu tasco! Quanto ao teu tema, a mim acontece-me exactamente o mesmo com uma agravante: fico feita estúpida a olhar para a pessoa, a tentar encaixá-la em milhares de situações, até que deixo de a ver completamente, perdida em indagações e o/a pobre visado/a, deve sentir-se malcom o meu olhar tão vazio e fixo... eu cá sentia, pois! Há dias assim... Beijinhos :))***so12
(http://www.naoeshomem.blogs.sapo.pt)
(mailto:so12@sapo.pt)


De Anónimo a 15 de Março de 2005 às 19:28
A mim acontece-me muitas vezes... quando acontece costumo pensar não sei pq que estou no trilho certo... quando ando umas temporadas sem me acontecer penso que me "perdi" :)Daniel
(http://seedsof.blogspot.com)
(mailto:seedsof@hotmail.com)


De Anónimo a 15 de Março de 2005 às 18:32
Tu andaste a ver o Matrix...ai andaste andaste.
Mas é normal, ou só aconteceu esta vez?Albatroz2
(http://www.100-stress.blogspot.com)
(mailto:albatroz5@hotmail.com)


De Anónimo a 15 de Março de 2005 às 16:15
isso acontece-me com frequência. mas também, despistada como sou, se calhar já vi mesmo e varreu-se-melumavip
(http://lucialima.blogspot.com)
(mailto:luma0506@yahoo.com.br)


De Anónimo a 15 de Março de 2005 às 15:48
Já me aconteceu algumas vezes...é bastante estranho...fica uma sensação muito esquisita mesmo! Ainda para mais por que parece não haver qq repercussão disso. bem...q arrepio!! beijocasmorgana
(http://www.whattalife.blogs.sapo.pt)
(mailto:as2114532@sapo.pt)


De Anónimo a 15 de Março de 2005 às 15:09
Gosto muito de mística, mas de um ponto de vista cultural, já que sou muito céptico, mas quanto a deja-vus, tenho tido bastantes ultimamente... um beijogaranho
(http://cogitando.blogs.sapo.pt)
(mailto:garanho@sapo.pt)


De Anónimo a 15 de Março de 2005 às 14:30
Isso acontece-me com frequencia.Eu até gosto, acho transcedental, mas não procuro qualquer resposta, simplesmente disfruto ao máximo do momento, como tu o fizes-te, e não importa o que os outros pensem mas sim o que tu sentes.Luciana
(http://www.tribaglobal.blogs.sapo.pt)
(mailto:lucianarmluciana@sapo.pt)


De Anónimo a 15 de Março de 2005 às 13:54
Esses encontros-desencontros fazem-nos sonhar não é Fernandinha. Com outras vidas, outros lugares. Um grande xicoração.carlos
(http://carlosrlopes.blogs.sapo.pt)
(mailto:carlosrlopes@sapo.pt)


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
26
27
28

29
30
31


posts recentes

A ESTRELA !!!

Mas nem tudo são desgraça...

Pois..

Saudade...

ESTUPIDAAAAAAAA!!!!

20 anos

Beleza Pura

De Centauro a Sereia

ATÉ DEUS....

QUERO UM!!!!

arquivos

Agosto 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Dezembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds