Porque viver, sobrevivendo, é uma questão de simplicidade...
Terça-feira, 29 de Novembro de 2005
Não é habitual "postar" duas vezes no mesmo dia, mas...

pantufinha.jpg


Como não vou publicar nada tão cedo....


Sinto-me triste, vazia, à nora, despegada de mim e dos outros.


Acho que tenho de ir ao médico. A merda de anti depressivo que estou a tomar não me está a fazer nada.


Obrigado pelas vossas palavras e pelo vosso carinho que sinto ser genuíno e sincero.


Há pouca sinceridade neste mundo, por isso prezo imenso quando a encontro.


Deixo-vos uma imagem do meu cão mais recente, e o texto que escrevi para ele.


Conto voltar por aqui na próxima segunda feira, mas como diz o Povo sabiamente “O Homem põe e Deus dispõe”, nunca se sabe.


 Um abraço para todos.


E um obrigado sincero para quem tem a coragem de me aturar.


******************************************************************************


Bem…


Estando a correr o risco de me tornar a Santa Casa da Bicharada, ando pela rua rezando para que não me apareça mais nenhum bicho abandonado à frente, senão o meu marido põe-me as malinhas à porta!


No sábado de manhã, quando fui buscar o Alex à ama, que lá ficou para eu poder ir ao jantar descansada, encontrei na rua um cachorro bebe, todo desorientado…


Parei o carro, perguntei no café se alguém sabia se tinha dono, e disseram-me que o tinham largado ali de manhã bem cedo.


Como ninguém queria ficar com ele, adivinhem o que fiz?


Meti-o no carro!


Portanto, apresento-vos o Pantufa (pensavam que eu ía de novo pedir sugestões para nome de bicho? Enganaram-se!), que tem este nome porque tem um ar inquestionável de… Pantufa!


O Black e o Migo receberam-no bem, ele é que não gostou nada de levar com 2 cães adultos em cima, ou melhor, com um velhinho e outro de 3 meses e quase 20 kgs, e tive de o manter dentro de casa, a salvo!


O bicho é um ganda maricoca.


Só quer é colo, recusa-se a comer ração (acho que é muito pequenino ainda), mas não se fez rogado a uma papa de arroz e salsichas!


Adora estar deitado ao pé do aquecedor (chamem-lhe parvo!), e já estendeu os dentinhos para roer o que não deve…


Sinceramente, não me reconheço!


Sempre fui uma mulher de gatos, e agora já tenho 3 cães…


Cá para mim, será o prenúncio de algumas mudanças na minha maneira de estar na vida…


 E digo que não quero fazer balanços nem tomar resoluções de ano novo!


Livra, que incoerência!


A ver vamos….



publicado por Fernanda às 17:28
link do post | favorito

De Anónimo a 30 de Novembro de 2005 às 18:53
Existe uma frase que adoro e que aqui deixo - "A história está mais cheia de fidelidade de cães que de amigos" - BOm feriado e bom fdsAragana
</a>
(mailto:aragana@sapo.pt)


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.