Porque viver, sobrevivendo, é uma questão de simplicidade...
Segunda-feira, 25 de Fevereiro de 2008
Um ultimo adeus...

 

O meu fiel amigo de 10 anos de caminho, morreu ontem, poucas horas depois de lhe ter tirado esta foto.

 

Passaram 10 anos, desde o dia em que o tirei do caixote do lixo aqui de frente (a mãe tinha-o rejeitado à nascença, talvez porque não tinha cauda – OLHA!!! Já percebi! Comigo deve ter sido o mesmo, por não ter cauda..), e passei 2 meses a dar-lhe leite a conta gotas, de hora a hora, dia e noite, e a traze-lo comigo num cestinho, com saco de agua quente e toalhetes.

Lá consegui que ele sobrevivesse. Para que conste, a mãe e as irmãs, lindas e brancas como a neve, já morreram há muito tempo!

 

Sendo o cão mais feio e estranho vi até hoje, além muito independente, não deixou de saber perceber os momentos em que eu estava mais em baixo, para vir pousar a cabecita no meu colo, como se dissesse “não serve de muito, mas estou aqui!”.

 

Suportou com dignidade a intrusão de todos os bichos que eu trouxe para casa ao longo dos anos, incluindo gatos e ratos, alem de outros cães, defendendo sempre o seu posto de “chefe”.

 

Ontem de manhã não apareceu do seu passeio de costume.

Fomos dar com ele à beira da estrada, tinha sido atropelado. Estava vivo mas não se mexia.

Corremos para a veterinária que lhe fez uma radiografia.

Tinha a bacia partida.

 

Voltámos com ele para casa, depois de levar uma injecção para as dores, e passámos a tarde a mimá-lo.

No final do dia, a veterinária veio a nossa casa para o abater.

 

Fui eu que a ajudei.

O meu bichinho apenas fechou os olhos, como se fosse adormecer.

Em grande paz.

 

Quando a noite caiu, fizemos o funeral.

O Migo e a Yeti uivaram o tempo todo.

 

Eu sei que há dores maiores, mas quem tem animais sabe que eles se tornam membros da família…

 

E o Blackie à sua maneira, gostava mais de mim do que certas pessoas.

 

Assim, fico um pouco (muito) mais só……

 

 

 


sinto-me:

publicado por Fernanda às 12:06
link do post | comentar | favorito
|

15 comentários:
De Helena a 25 de Fevereiro de 2008 às 13:20
Imagino como se sente. Perder um animal desta forma é terrivel. Eles são a coisa mais verdadeira que existe.
Mas porque carga de água quem o atropelou não o ajudou na altura? Se calhar ainda estava vivo... Situações como estas revoltam-me.



De Maria Alfacinha a 26 de Fevereiro de 2008 às 08:47
Minha querida, fiquei sem palavras.
Compreendo tão bem essa dor, que a estou a sentir como se fosse minha.
Aceita um XI bem, bem apertado


De mudeidevida a 26 de Fevereiro de 2008 às 10:56
Como eu te compreendo amiga. Por vezes doi mais perder um animal do que uma pessoa. Eles são mais fieis do que qualquer outro ser.

Um beijinho


De carlos lopes a 26 de Fevereiro de 2008 às 11:54
Doi sempre, Fernandinha, perder alguém de quem se gosta, humano ou animal. E alguém a quem acompanhámos ao longo da vida ainda mais.
Deixo-te um xicoração grande e terno minha amiga.


De aflores a 27 de Fevereiro de 2008 às 18:22
Só quem tem animais (ou teve), sabe como te sentes. Eu digo sempre...não quero mais, não quero mais.

Beijinhos do Norte.


De melody a 28 de Fevereiro de 2008 às 02:11
Custa sempre perder os nossos bichinhos. Parecendo que não, tornam-se parte do nosso dia-a-dia, da nossa casa e da nossa família. Custa tanto, mas as memórias de dias bons e de felicidade prevalecem, e é a essas que nos agarramos.

Força.


De telmy a 28 de Fevereiro de 2008 às 22:00
Perder um amigo dói, sim porque os animais também podem ser amigos de verdade.
Coragem
Um beijinho


De mfcf a 29 de Fevereiro de 2008 às 23:45
Faz parte da família e por vezes, mais eloquente do que mil palavras. Compreendo-te perfeitamente. Também tenho um, já entradote e nem quero pensar no futuro. Abraço forte.
Fátima..


De Guardian of Mirrors a 4 de Março de 2008 às 23:59
Compreendo tao bem o k tu passaste. Ao ler o teu post de cmg a chorar, algo k n costumo fazer e tento evitar ao maximo mas desta vez n consegui. Sinto muita falta da minha cadelinha e tb me sinto um pouco mais so desde que ela morreu.. Mas sao as leis da vida!
Revelaste muita honra ao teres ajudado a veterinaria, pk so alguem k goste realmente do seu animal d estimaçao consegue por de lado o seu egoismo e ter força e coragem para fazer o k fizeste.


De coralia simoes a 7 de Março de 2008 às 14:47
amiga
Há tanto tempo ke nºao te vejo que decidi te "ouvir" no blog..lamento a morte do Blackie ..tadinho...encontrei o teu filho um dia destes e disse-me que estiveste doente..tás melhor?
amanhã vou ao nosso cirurgião favorito..tenho saudades dele ..e de muita gente..tbm ando dow..a precisar de colo mas não o encontro...
beijokas
Corália


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
26
27
28

29
30
31


posts recentes

A ESTRELA !!!

Mas nem tudo são desgraça...

Pois..

Saudade...

ESTUPIDAAAAAAAA!!!!

20 anos

Beleza Pura

De Centauro a Sereia

ATÉ DEUS....

QUERO UM!!!!

arquivos

Agosto 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Dezembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

tags

todas as tags

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds