Porque viver, sobrevivendo, é uma questão de simplicidade...
Sábado, 1 de Dezembro de 2007
Balanço, balancé...

 

Bem.

Quase a bater a porta aos 42 anos (não vou fazer balanço) e a abraçar com entusiasmo pueril os 43 (dava-me jeito que fosse ao contrário, mas enfim..), venho aqui “encher uns chouricinhos” que serão assados na brasa na próxima quinta-feira.

 

Para aqueles que por mail me têm perguntado se este foi o ano da conquista do meu Everest pessoal, não foi.

Nem creio que seja o próximo.

Afinal, o conselho maternal mais profícuo que recebi foi, se bem me lembro “Encontra-te com Deus e deixa-me em paz”.

Assim fiz, pelo menos a 2 ª parte.

Aquela que teve o azar de me parir pode, em paz, continuar o seu caminho, dona de todas as certezas, que não se cruzará mais com o meu.

 

Quanto ao encontro com Deus, a ele não poderei fugir, nem que seja no dia do juízo final, mas por agora acho que Ele tem mais do que fazer do que se encontrar comigo.

Alem disso, o meu marido é ciumento, mesmo ao fim de 22 anos de relação.

 

Mas não venho falar de casamento, nem de amor, nem de desejo, nem nada dessas coisas tão impróprias para o mês natalício.

 

Bolas, que já me esqueci do que vinha falar!

 

Isto de estar a escrever entre o som da máquina a lavar, outra a secar, com um olho no forno, outro no saco do lixo (para a safada da cadela não o espalhar à mínima distracção), não é muito inspirador.

 

Não queria fazer balanços, mas é inevitável.

 

Estes 42 anos foram intensos, sem dúvida.

Principalmente de chatices…

 

Mas aconteceram coisas boas também, portanto foi um ano como qualquer outro.

 

E o balanço está feito!!!

Sem febres de escrivanços bipolares ou esquizofrénicos, sem exageros e quedas psicológicas mais intensas que o costume.

 

Que linda menina eu sou, hem?

Já estou a ficar crescidinha!

 

Termino com um VIVA A AMIZADE.

 

Cada vez me convenço mais que, para alem da família nuclear, são os amigos que nos dão força para continuar.

Principalmente aqueles que gostam de nós sem nos porem rótulos, sem nos tentarem mudar, e que apreciam o que de bom há em nós.

Porque há algo de bom em todos nós, não?

 

Mesmo em momentos de desnorte, de fraqueza, de exaustão, até de desespero, não deixamos de ser quem somos.

 

Acho eu, que, como o meu grande Mestre, assumo com humildade que Só Sei que Nada Sei.

 

Bem, vou mas é tirar a roupa da máquina, que esta vida não está para lirismos.

 

E O RAIO DA CADELA TINHA DE IR AO LIXO!!!

 


sinto-me: Mais velhota....

publicado por Fernanda às 21:45
link do post | comentar | favorito
|

9 comentários:
De carlos lopes a 3 de Dezembro de 2007 às 09:10
E viva a amizade!
Esperamos que o próximo ano seja bem melhor Fernandinha e independentemente da idade continuas a ser sempre uma princezinha.
Xicoração grande.


De aflores a 4 de Dezembro de 2007 às 14:55
Jovem...só fazes 43!!!! És uma jovem, linda,muito simpática e MULHER com letra grande ;)
Deixa cá ver...quando nasceste eu já andava na escola primária :( xiiii estou mesmo "Kota" como dizem os meus filhos.

Bom...no dia eu ligo-te para te mandar um beijinho, pode ser?
(se fores a conduzir não atendas)

Fica bem;)


De mudeidevida a 6 de Dezembro de 2007 às 09:53
Maria,

Sou uma admiradora do seu blog. Venho sempre cá bisbilhotar e fico sempre com pena das suas longas ausências.

Queria-lhe dar os parabéns e desejar um dia muito bom junto daqueles que ama.

Beijinhos


De saltapocinhas a 7 de Dezembro de 2007 às 18:55
queres um conselho de burra mais velha?
quem não está é porque não faz falta, goza a tua vida com quem te ama (e te atura, ihihih)


De Amaral a 8 de Dezembro de 2007 às 11:41
Linda menina, na verdade!
Bem feitos os trabalhos de casa e os outros que não são de casa, mas que "ficam bem" numa ternura dos quarenta...
Deixa lá o ciúme do marido e segue também a primeira parte do conselho maternal... daquela que, um dia, "te" fará outra surpresa, que vai passar por um entendimento não possível nesta vida materialista em que todos andamos mergulhados...
Um encontro com Deus nenhum mal nos traz (antes pelo contrário)... principalmente quando não nos apercebemos que Ele está muito mais perto do que imaginamos...
Enfim... é Natal, e... que venha o próximo para ti, com "isso" que não chegou ainda... e com muito mais coisas que são difíceis de prever!...


De Giraflor a 17 de Dezembro de 2007 às 22:41
Parabéns Parabéns Parabéns (: (mais vale tarde que nunca xD)

voltei para estas bandas outra vez (:**


De Carlos Tavares a 19 de Dezembro de 2007 às 14:55
FELIZ NATAL!


De cigana a 20 de Dezembro de 2007 às 00:13
Gostei deste post tão pragmático, tão real.
Gosto de encontrar a realidade.
E concordo que é a lealdade e o apoio incondicional dos amigos que nos salva de tudo, até de nós mesmos.


De telma a 18 de Janeiro de 2008 às 11:06
Sou uma admiradora de tudo o que escreve, porque acima de tudo escreve com alma e verdade.
parabéns


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
26
27
28

29
30
31


posts recentes

A ESTRELA !!!

Mas nem tudo são desgraça...

Pois..

Saudade...

ESTUPIDAAAAAAAA!!!!

20 anos

Beleza Pura

De Centauro a Sereia

ATÉ DEUS....

QUERO UM!!!!

arquivos

Agosto 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Dezembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

tags

todas as tags

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds