Porque viver, sobrevivendo, é uma questão de simplicidade...
Segunda-feira, 10 de Janeiro de 2005
BOA SEMANA!!

Hoje não estou de confiança. Quer dizer que, diga eu o que disser, não é para ligar muito ou para levar a sério.


 Na sexta-feira apanhei um susto. Não daqueles que me tenham posto algum juízo na cabeça, mas não deixou de ser um susto.


E lembrei as palavras do meu astrólogo há uns anos atrás, que me avisou que aos 40 anos eu ía ficar gravemente doente e só me salvaria se tivesse vontade de viver. Eu tinha nesta altura 20 e poucos anos, e obviamente que não liguei.


Mas ontem lembrei-me. De repente, a caminho da urgência, sozinha, sem saber se conseguia lá chegar.


 Felizmente cheguei. Não consegui estacionar o carro, deixei-o no meio da estrada, e foi o segurança do catus que mo estacionou.


 Entrei logo para o médico, e nem consegui falar, estiquei o braço para me medirem a tensão, e pronto.


 Um bonito número.. 20-13


 Meteram-me um comprimido debaixo da língua e espetaram-me uma agulha (ENORME) no rabiosque, e fiquei na marquesa à espera que fizessem efeito.


Quanto mais o tempo passava, mais eu me enervava. Tinha o bébé à espera na ama há que tempos, a minha filha devia andar à minha procura, e eu ali, deitada. E sem bateria no telemóvel.


Começou a doer-me o peito, e o braço esquerdo a ficar dormente, e eu só pensava nos filhos que me esperavam.


Sabia que o meu marido ía chegar tarde, porque era véspera de jogo grande, e a aflição a crescer.


 Comecei a chorar de impotência. A médica ralhava comigo enquanto me dava um calmante.


 Finalmente a tensão estabilizou nos 16-10, não disse que me doía o peito nem o braço, e consegui que me deixassem ir embora.


Deram-me uma carta para o hospital, acreditaram quando eu disse que tinha o marido à espera lá fora, e saí.


 A viagem até casa foi um pesadelo. Rezei o caminho todo de 4 piscas acesos, mas lá cheguei em segurança.


Portanto, a partir de agora, cortar de vez com café e sal, NÃO ESQUECER DE TOMAR OS MEDICAMENTOS, reduzir o tabaco e tentar não me enervar.


E, pelo sim pelo não, marcar consulta para o astrólogo, para ver se ele RETIRA o que me disse, ou se adiada a “sentença” por mais uns aninhos!


 Ainda tenho muito para fazer nesta encarnação. Bem, e ainda mais na próxima, mas isso não interessa nada…


Beijos para todos, e façam o favor de terem uma excelente semana!



publicado por Fernanda às 11:37
link do post | comentar | favorito
|

22 comentários:
De Anónimo a 12 de Janeiro de 2005 às 14:09
Não me faças mudar de opinião a teu respeito;) Portanto, nada de astrólogos, muita auto-estima e vamos lá refazer essas quantidades de sal, café, tabaco. O meu poster "o que mais adoro é ilegal, imoral ou engorda" já está guardado há muito", digo eu.... (risos)aflores
(http://omeublog2004.blogs.sapo.pt)
(mailto:albertoflores1957@sapo.pt)


De Anónimo a 12 de Janeiro de 2005 às 10:49
Hoje vim por aqui.
É um local "giro", com coisas "giras" uma pessoa "gira" mas que percebi que de tanto "girar"
se não cuida. A esquina da Rua A com a Rua B mais não é que a mudança de rumo entre um passeio ou ou vôo etéreo. Um dia aprendi isto com um professor de matemática. Perguntava (ele) porque afinal nunca tinha investigado das razões de um simples "canto" poder ser mais que parte de um qualquer teorema matemático.
...E depois a família creio que agradeceu o facto de todos no seu seio quererem ser felizes.
Um beijo. Bem hajas.
Jorgejorge lopes
</a>
(mailto:zeno@megamail.pt)


De Anónimo a 11 de Janeiro de 2005 às 11:28
Uma boa semana, mas é para ti kida Fernanda, e as melhoras!! acho que estás a precisar de umas férias bem longe de tudo e todos!! Voos docesBorboleta
(http://devaneiosconstantes.blogs.sapo.pt)
(mailto:devaneiosconstantes@sapo.pt)


De Anónimo a 11 de Janeiro de 2005 às 10:41
Não te portes bem, não... com estas coisas da saúde não se brinca e muito menos se faz o que fizeste: há que ter confiança absoluta nos profissionais da saúde, daí que seja um absurdo mentir... as melhoras! E boa semana!Carlos Tavares
(http://o-microbio.blogspot.com)
(mailto:carlos.roquegest@mail.telepac.pt)


De Anónimo a 11 de Janeiro de 2005 às 10:24
Nanda, nem te atrevas a ir abaixo!!! Os teus filhos precisam de ti, o teu marido idem, e nós ficamos por aqui a fazer figas. Trata-te com um bom médico, vê lá essa dor no peitoo e o braço dormente... mais vale prevenir que remediar. TRATA-ME DESSA SAÚDE, porra!!!! Todos nós merecewços a Nanda pelos lados de cá por muitos anos e bons. Um abraço, as melhoras e muita, muita força.josé gomes
</a>
(mailto:saturnogomes@netcabo.pt)


De Anónimo a 11 de Janeiro de 2005 às 10:03
Oh mulher, tu cuida de ti!!! As melhoras e muitas beijocastecpalt
(http://nasei.blogs.sapo.pt/)
(mailto:tecpalt@sapo.pt)


De Anónimo a 11 de Janeiro de 2005 às 02:41
Cuidado contigo.
Uma das coisas que (adivinho) te provoca mais stress é o blog. Dizes tu: "Dá-me evasão". Respondo eu: "Parece-te! A angústia diária de estares a teclar os teus posts com um olho no teclado e outro na porta provoca-te um estrabismo do caraças no teu sistema nervoso".
Dir-me-ás: "Mas em casa é-me impossível arranjar tempo para isto". Então, se calhar, terás de "suicidar" o Apenas Maria. E dedicar-te, ao serão ou ao fim-de-semana, a refazer os teus textos para o teu livro qur é urgente ser editado. Isso sim, dar-te-á o relaxamento de que precisas. E uma enorme auto-estima, o que para ti é muito terapêutico. Tens 100 textos? Mesmo 80? Chegam. Pensa em lançá-lo por alturas da primeira semana de Dezembro. A "repartição" pode adquirir-te, à cabeça, 100 exemplares para oferecer aos funcionários, escolas e instituições como prenda de Natal. E isso já praticamente te paga a edição.
Como sabes, já tens prometida a elaboração da capa. Título? "Trinta Contos (e mais umas notas)". Digo eu.
Outra coisa: Não vejas os telejornais enquanto continuarem a dar as notícias da tragédia do Índico. Tu és do género de pessoa que sofre muito com aquilo.
Dá-me um beijo, porque eu hoje faço anos. Muitos, mas não me importo.

Zé Oliveira
(http://zeoliveira.blogs.sapo.pt)
(mailto:o-oliveiradaserra@sapo.pt)


De Anónimo a 11 de Janeiro de 2005 às 00:48
urgh, acreditas em astrologoS? bjs****************Karura
(http://blackpenguin.blogs.sapo.pt)
(mailto:karura@iol.pt)


De Anónimo a 11 de Janeiro de 2005 às 00:47
Acabei de paralizar ao ler-te. Tens que cuidar de ti. Já sei que já 550 mil pessoas te devem ter dito isso nos ultimos dias, mas agora passam a ser 551 mil. Toca a fazer o que o médico mandou! Beijos e as melhorasmulhergorducha
(http://diariodemulher.blogspot.com/)
(mailto:annp@sapo.pt)


De Anónimo a 10 de Janeiro de 2005 às 21:27
Não devias ter mentido quanto ao aperto no peito e à dormência no braço. A saúde está primeiro, só com ela é que podes continuar presente para todos os que te amam e precisam de ti. Um beijo grande, cheio de miminhos e energia positiva para conseguires concretizar as tuas determinações. Carla
(http://papoilasdoces.blogs.sapo.pt)
(mailto:cferreirapedro@sapo.pt)


Comentar post