Porque viver, sobrevivendo, é uma questão de simplicidade...
Terça-feira, 1 de Março de 2005
...

Nunca pensaram, assim ao cair da noite enquanto se espera que o sono chegue, como gostariam que a vossa vida fosse?


 Assim , para ser perfeita?


 Correndo o perigo de me acharem acomodada e pouco (ou nada) ambiciosa, vou contar-vos como gostaria que corressem os meus dias (das noites não falo porque é impróprio para cardíacos!).


 Tendo em conta o que já vivi e a idade que tenho, ou melhor, que o meu caminho já está traçado, e não tenho muita vontade de o mudar, a única diferença entre a minha vida real e a ideal, é no tempo disponível para fazer o que mais gosto.


 Adorava de manhã ter tempo para acordar os meus filhos com um excelente pequeno almoço para ser consumido e apreciado sem pressas.


Depois, ía pô-los na escola apreciando as belezas do caminho e fazendo orelhas moucas às buzinadelas.


 De seguida, passava pelo supermercado para as compras do dia, e ía para casa.


Arrumar os quartos, preparar o almoço, tratar dos bichos, etc etc etc, a que se seguia uma relaxante sesta.


Abrindo o olho de vez em quando para ver se estava a passar um filme de jeito, ainda arranjava tempo para ler e escrever, sem esquecer de passar nos vossos blogs…


Depois, fazer o jantar e esperar que o pessoal chegasse a casa.


 Ao fim de semana, um cineminha, uma voltita ou outra por algum sitio especial. Enfim.


 Não sei se perceberam mas o que eu realmente queria era deixar de trabalhar fora de casa.


Sou daquelas mulheres à moda antiga, que gostam de viver e trabalhar para a família.


Acho que nunca me aborrecia, até porque teria o cuidado de não me estupidificar.


Estúpida estou eu a ficar aqui nesta treta de emprego sem qualquer incentivo, criatividade ou alegria!


 Mas porque sonhar não custa (por enquanto), pode ser que um dia, à força de tanto o desejar, eu consiga chegar lá!


 A quem interessar, estou a tomar umas injecções que me estão a fazer bem, o que quer dizer que as dores estão mais suportáveis.


Obrigado pelo vosso carinho e incentivo. Vamos lá a ver se com jeito isto vai!


Até amanhã cambada.


 (Fiquei cá com uma vontade de aceitar os vossos convites para experimentar os ares do norte que nem imaginam!!)



publicado por Fernanda às 12:42
link do post | comentar | favorito
|

32 comentários:
De Anónimo a 6 de Março de 2005 às 14:18
Tenho agora oportunidade de vir ler-te com calma.
Deixa-me dizer-te: o teu caminho pode estar traçado "nos objectivos a atingir". Não estão traçadas a vivência, as experiências, as emoções, os sentimentos! Quando dizes "e não tenho vontade de o mudar", estás a limitar todas as potencialidades que possuis para MUDAR e SER aquilo que entenderes.
Não há coisa mais poderosa que todos nós temos do que "o livre arbítrio". Isto NINGUÉM te pode tirar. Homem nenhum! Lei nenhuma!
Podes SEMPRE escolher aquilo que pretenderes para ti: queres ser uma mulher alegre e feliz? Deleita-te com as coisas da vida, encontra prazer em tudo o que faças! Queres ser uma mulher triste e mal-disposta? Então, baixa os braços, refugia-te entre 4 paredes e fica insensível a tudo à tua volta!
Amaral
(http://amaralnascimento.blogspot.com)
(mailto:amaralnascimento@hotmail.com)


De Anónimo a 6 de Março de 2005 às 12:38
olha, eu estou a terminar o curso de direito, ainda nem sequer entrei no mercado de trabalho e já sinto ue o tempo me falta... vou dar em maluca daqui pra frente...

mas teletrabalho era uma boa opção... nunca pensaste nisso?gata
(http://ninhodagata.weblog.com.pt)
(mailto:promao_gata@clix.pt)


De Anónimo a 5 de Março de 2005 às 23:35
qualquer dia já se vai pagar para sonhar! mas...quando isso for assim....vou continuar a sonhar, mas sem pagar! =) vou lutar pelos meus direitos de sonhar! =) quem me dera escolher uma vida perfeita...mas a perfeição não existe...e a minha não lá muito má! =) beijosGiraflor
(http://europemaphaldas.blogs.sapo.pt)
(mailto:mafalda_flores@hotmail.com)


De Anónimo a 3 de Março de 2005 às 13:49
Cada um os seus desejos... E os teus são tão válidos como outros quaisquer. Só um pequeno comentário: no meu "mundo perfeito" não seria preciso ir "fazendo orelhas moucas às buzinadelas" porque as buzinadelas não exisitiriam, excepto em caso de perigo eminente - tal como dita, aliás, o código da estrada. Jinhos DDDulce Dias
(http://www.esquissos.blogger.com.br)
(mailto:dulce.dias@wanadoo.fr)


De Anónimo a 2 de Março de 2005 às 21:08
Não me parece falta de ambição, é um desejo como outro qualquer e também não creio que cuidar da casa e de tres filhos possa ser monótono. Muitas mulheres ambicionam ter sucesso numa profissão, outras sonham em ser donas de casa,o que não deixa de ser uma profissão, penso eu que não percebo nada disto. Portanto, o que cada um de nós deve fazer é tentar concretizar os seus sonhos, sejam eles quais forem. E se à primeira não der certo, nunca desistirCelta_e_Bera
</a>
(mailto:Celta_e_Bera@sapo.pt)


De Anónimo a 2 de Março de 2005 às 16:12
idem idem, aspas aspas:) Deu para perceber não deu?
Pois... está claro que os ares do norte fazem muito bem...e se for caso disso, cá estaremos para um cimbalino, depois de uma francesinha :)aflores
(http://omeublog2004.blogs.sapo.pt)
(mailto:albertoflores1957@sapo.pt)


De Anónimo a 2 de Março de 2005 às 14:51
Olha, eu tenho a certeza que ia detestar essa vida que tu descreves. Mas compreendo que um trabalho desmotivante não ajuda nada. Ainda bem que te sentes melhor. Obrigada pelo teu carinho ontem, no meu blog.Beijinhoslique
(http://mulher50a60.weblog.com.pt)
(mailto:lique2@sapo.pt)


De Anónimo a 2 de Março de 2005 às 14:18
Fico feliz por saber que estás melhor!!! e espero que realmente venhas ao norte!! serás mtiotooo bem recebida. E uma vez que ainda não se pagam os sonhos, sonho sempre e sê feliz, quem sabe um dia o sonho não te torna realidade. beijocasarlequim
(http://carlequim.blogs.sapo.pt)
(mailto:carlequim@sapo.pt)


De Anónimo a 2 de Março de 2005 às 14:14
Pode ser que um dia consigas essa vida que desejas. Somos todos mais felizes quando fazemos o que desejamos. Até há trabalhos que se podem fazer em casa, nunca se sabe :) Ainda bem que estás melhor das dores. Eu cá aceitava ir até ao Norte, acredita que aqueles ares lavam a alma :)) Beijo grande :)Carla
(http://papoilasdoces.blogs.sapo.pt)
(mailto:cferreirapedro@sapo.pt)


De Anónimo a 2 de Março de 2005 às 14:11
Pode ser que um dia consigas essa vida que desejas. Somos todos mais felizes quando fazemos o que desejamos. Até há trabalhos que se podem fazer em casa, nunca se sabe :) Ainda bem que estás melhor das dores. Eu cá aceitava ir até ao Norte, acredita que aqueles ares lavam a alma :)) Beijo grande :)Carla
(http://papoilasdoces.blogs.sapo.pt)
(mailto:cferreirapedro@sapo.pt)


Comentar post