Porque viver, sobrevivendo, é uma questão de simplicidade...
Quarta-feira, 9 de Março de 2005
Consciência tranquila

Dei comigo a pensar esta noite, num post que o Garanho colocou há um tempo.


Acerca do facto de aqueles que são “bonzinhos” conseguem pouco ou nada na vida, são ultrapassados pelos “xicos-espertos” em dois tempos, principalmente em termos de promoção profissional, deixando sempre um amargo de boca e uma sensação de injustiça.


 Era qualquer coisa assim.


Infelizmente é verdade.


Eu tenho sido bastante resguardada dessas coisas, porque, justiça seja feita, aqui na Junta há uma politica acérrima de não prejudicar ninguém em termos profissionais, ou seja, quando come um, comem todos, quando se passa fome, é geral.


Mas ao acompanhar as lides profissionais do meu marido, fico abismada com as “filhas-de-putice” que se fazem por esse mundo laboral, e não só.


Deus me livre se eu fazia o que fosse para passar por cima de um colega, se ficava com os louros de trabalho que não fossem meus, ou qualquer coisa do género!


Posso estar desterrada num fim de mundo, ganhar uma porcaria, mas ao final do dia, é com paz e sossego que deito a cabeça na almofada.


 Consciência tranquila é coisa muito preciosa. Vale ouro….



publicado por Fernanda às 10:49
link do post | comentar | favorito
|

18 comentários:
De Anónimo a 12 de Março de 2005 às 23:57
pois é...agora é para o que está a dar! A que ponto as pessoas chegaram...possa!:S:SGiraflor
(http://europemaphaldas.blogs.sapo.pt)
(mailto:mafalda_flores@hotmail.com)


De Anónimo a 10 de Março de 2005 às 10:46
Cara amiga Fernanda
Que boa Junta onde trabalhas. Mas, se bem me lembro, há temos quexavas-te de qualquer coisa acerca do Presidente...
O mundo do trabalho é muito complicado em termos de competição individual. Da experiência que eu tenho verifico que quanto mais se caminha para o Sul do país mais frequentes são as deslealdades para com os colegas (Lisboa será a capital). No Norte a competição é mais saudável, mas não está isenta, de qualquer modo, de cotovelas traiçoeiras para subir.
Beijo grande.NILSON
(http://nimbypolis.blogspot.com)
(mailto:nimby33@hotmail.com)


De Anónimo a 9 de Março de 2005 às 22:49
Pois é... o mundo laboral, de facto, é terrível. E sabes que mais? Os que agem da forma que descreves, acabam por deitar a cabeça no travesseiro e dormir tranquilamente!
Pior do que isso, há hierarquias que vivem (e progridem) à custa dos trabalhadores, e não têm qualquer peso de consciência...
Agora uma coisa é certa, quem não agir dessa forma pode sempre falar alto e bom som, ou, como eu costumo dizer, pode sempre "cuspir" para o ar que, mesmo que não esteja vento, não lhe cai na cara. Um beijo.albano santos
(http://albanosantos.blogspot.com)
(mailto:santos_albano@sapo.pt)


De Anónimo a 9 de Março de 2005 às 20:13
Deve have por aí quem não durma, não por ter pesos na consciência mas sim a pensar na melhor forma de tramar o vizinho. Sim porque os "xico-espertos" não têm consciência. É um mundo cão, o profissional, olarecas!Celta_e_Bera
</a>
(mailto:Celta_e_Bera@sapo.pt)


De Anónimo a 9 de Março de 2005 às 16:47
Olá amiga, li o teu post e vou te dizer que pelo menos nesse ponto pensamos da mesma forma, só que acho que nos enganamos em relação aque nos dormimos sossegadas e os que fazem as tramóias não...lamento dizer-te que acho que esses ainda conseguem dormir melhor que nós, porque eles não tem coração nem escrúpulos, e são do tipo "no meu bolso está mais seguro", é romantico e lindo para nós os sensatos pensar que eles não tem a consciência tranquila...eles n/ tem esse sentimento...BeijosAdryka
(http://suspirar.blogspot.com)
(mailto:adry1111349@hotmail.com)


De Anónimo a 9 de Março de 2005 às 16:25
Há duas coisas que prezo imenso na vida, uma é a frontalidade, outra a paz de espírito, como tu prefiro deitar a minha cabeça no travesseiro e dormir descansado, infelizmente isso prejudica-nos a progressão, mas dá-nos alma, e essa minha cara é a essencia da eternidade!alfa69
(http://daquidali.blogs.sapo.pt)
(mailto:aalmas@marbosserra.pt)


De Anónimo a 9 de Março de 2005 às 16:22
Um bom posto na carreira profissional, como outras coisas, são necessidades afirmadas pela postura do eggo nas nossas sociedades.
O "doa a quem doer" implanta-se cada vez com mais força, e as coisas da consciência vão ficando para trás. Que é como quem diz: "O que conta, é o que eu levo desta vida!..."
Será???...
Amaral
(http://amaralnacimento.blogspot.com)
(mailto:amaralnascimento@hotmail.com)


De Anónimo a 9 de Março de 2005 às 16:19
O que é consciencia?Albatroz2
(http://100-stress.blogspot.com/)
(mailto:albatroz5@hotmail.com)


De Anónimo a 9 de Março de 2005 às 15:46
É como a mimalexandre
(http://ascartasperdidas.blogspot.com)
(mailto:abentodesousa@hotmail.com)


De Anónimo a 9 de Março de 2005 às 15:10
se é... eu também prefiro ter a consciência tranquila, mas a verdade é que mais uns cobres davam jeito...ehehhehe... beijoElsa
(http://delirios2004.blogs.sapo.pt)
(mailto:eeeee@hotmail.com)


Comentar post