Porque viver, sobrevivendo, é uma questão de simplicidade...
Sexta-feira, 31 de Outubro de 2008
PARA O FIM SE SEMANA!!!

 

 

 

"How You Remind Me"
 
Never made it as a wise man
I couldn't cut it as a poor man stealing..
 
Tired of living like a blind man
I'm sick of sight without a sense of feeling…
 
And this is how you remind me
This is how you remind me
Of what I really am!
 
 
It's not like you to say sorry!
I was waiting on a different story!
 
This time I'm mistaken
for handing you a heart worth breaking!!!
 
And I've been wrong, i've been down,
been to the bottom of every bottle!!!!!!!!!!!!
 
These five words in my head
scream "are we having fun yet???????”
 
 
It's not like you didn't know that
I said I love you and I swear I still do
 
And it must have been so bad
Cause living with me must have damn near killed you!!!!!!!!!!!!
 
And this is how, you remind me
Of what I really am!!!
 
This is how, you remind me
Of what I really am…”
 
 

 


sinto-me: RRRRRRRRRRRRR

publicado por Fernanda às 18:54
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Terça-feira, 28 de Outubro de 2008
Alento

 

Ter um filho com 18 anos que me abraça sem razão e me agradece quando cozinho os seus pratos favoritos...

 

Ter uma filha com 17 anos que termina as sms que me manda com um sincero "amo-te mãe"...

 

Ter um filho com 5 anos que dá pulos de contente apenas porque lhe comprei uma escova de dentes nova....

 

São algumas pequenas coisas que me dão alento para continuar....

 


sinto-me: tão cansada....

publicado por Fernanda às 20:00
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|

Segunda-feira, 13 de Outubro de 2008
OUTRO???????????????????

 

E não é que esta noite caiu outro dente ao pimpolho????????????

 

Por este andar, leva-me à falência!!!!

 

eheheheheheheh...

 

(Como se para isso fosse necessária a ajudinha dele, mas enfim...)

 

O que vale (não me aguento!!!) é que podemos dormir descansados Ó NOBRE POVO LUSITANO!!

 

Os nossos Bancos já receberam os seus milhões!!!

 

 

(Que apareça um Economista a explicar que é bom para todos, que não me seguro!!!)


sinto-me: PONTAPÉ NOS TINTINS!

publicado por Fernanda às 18:29
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

Sexta-feira, 10 de Outubro de 2008
Caiu o dente!!!

 

E esta noite, às 4 da manhã, lá caiu o 1º dentinho de leite do Alex..

 

Acordou todo contente, foi buscar uma caixinha daquelas da ouriversaria, e colocou-a debaixo da almofada com o dentinho lá dentro.

 

E não é que hoje de manhã lá estava uma moeda toda reluzente?!!

 

Era de 1 centimo, mas aposto que ele não se importou!

 

Que simpática a Fada dos Dentes, achou ele, que lhe deixou uma moeda limpinha e brilhante!

 

ehehehehehe

 


sinto-me: eheheheheheh

publicado por Fernanda às 10:07
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Quarta-feira, 8 de Outubro de 2008
Lara

 

E aqui está ela, com 12 horas de vida "cá fora".

 

Tou emocionada demais para escrever...


sinto-me:

publicado por Fernanda às 10:06
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

Domingo, 5 de Outubro de 2008
O Milagre da Vida

 

Amanhã será um dia muito importante.

Único até.

 

A Lara, minha afilhada e filha de uma das madrinhas do Alex, vai nascer!

 

Será uma segunda filha para mim...

 

Estou emocionada demais...

 

Também a minha sogra fará 80 anos de Vida.

80 anos de dedicação, serviço e carinho.

 

A 2 mulheres fantasticas, uma que vai nascer, e outra que aniversaria uma vida exemplar, aqui fica um abraço do tamanho do universo!

 


sinto-me: ai, ai (suspiro)

publicado por Fernanda às 10:32
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Sexta-feira, 3 de Outubro de 2008
Se fosse eu que mandasse no mundo...

 

 

Se fosse eu que mandasse, ah se fosse!!!

 

Tudo quanto é pedófilo, violador e corrupto... seriam sérios candidatos a ... uma lobotomia!!!!

 

Quanto a assassinos.... dependia da justificação para o crime.... mas prendia-os a todos à balda numa ilha deserta rodeada de tubarões e eles que se matassem uns aos outros!!!

 

 

Bom fim de semana, mesmo assim, àqueles que levam uma vida inteira sem prejudicarem, enganarem ou agredirem alguém...

 

Livra, que tou farta da Humanidade desumana!!!! Venha a Era do Gelo again pleaaase....

 

 


sinto-me: Mudem-me de planeta..

publicado por Fernanda às 10:55
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 2 de Outubro de 2008
BUUUUUU (ai que susto!!!)

 

Quem me conhece, já sabe.
É nesta altura do ano que o meu fantasma-mor ataca.
Sem piedade, sem razão, se apelo nem agravo. Sem aviso. Mesmo que já o espere.
Ataca apenas, insensível ao meu estado de espírito, à minha situação, ao desenrolar mais ou menos desengraçado da minha existência.
Não quer saber se estou mal ou bem, se ando feliz, se choro, se me enrolo em inconsciência para tudo doer menos ou se danço no meio de um monte de folhas secas..
E mesmo que o espere consegue sempre apanhar-me desprevenida!
 
A forma como o recebo, difere com a  força com que me encontro no momento, de como me correu o dia, o ano, se me sinto fragilizada ou se acho que o mundo ainda pode ser meu.
 
Se está tudo bem, recebo-o de lança em fogo apontada pela Razão, cheia de raiva e de despeito.
Orgulhosa e falsamente cheia de certezas, lanço-lhe ao rosto um puído “quem não me quer, NÃO QUEIRA!”
E afasto-me, deixando-o a falar sozinho, num passo (in)certo de quem sabe para onde vai, mesmo não sabendo de onde vem.
E fico lá longe, enrolada em desgosto fetal, a lamber as feridas, sem verter uma lágrima.
 
Mas se ele me apanha em fase de prurido interior, em que tudo me choca, me toca, me culpa…
Olho-o com horror, mas sempre em esperança de que me abrace.
De voz entrecortada pelo choro infantil e absurdo que ainda ecoa cá dentro, peço-lhe que me aceite.
Um pouquinho apenas. Um pedaço apenas.
Prometo que não faço barulho, que não respiro, que não incomodo, que não mexo uma fibra sequer.
Mas que me deixe estar ali ao pé dele.
Um pedacinho apenas.
Só para saber como é.
Só para ter alguma memória de entranha.
Um vislumbre de raiz.
Para poder olhar o seu rosto, sentir o seu cheiro, guardar a mil chaves o som da sua voz…
Sabendo que partirá à mesma.
Mas ficará um pedaço de memória. E a esperança (in)fundada na certeza do ser bem querida.
 
Mas se ele chega e eu estou…
Nem carne nem peixe, uma amálgama entediada de bocejos e obrigações.
Arrastada entre o dia e a noite pela força do nascer de um sol falso e longínquo..
Não querendo saber se vivo ou se morro, apenas anseio chegar ao fim do caminho, seja ele qual for…
Aí, deixo-o falar e sibilar discursos que não entendo.
Espero pela minha vez e apresento-lhe uma lista congruente de argumentos plausíveis e, quem sabe, provados cientificamente…
Que percebo, que entendo, que não se rale comigo que não me sinto rejeitada, até porque tenho a minha própria família.
Que continue o seu percurso de vida com quem mais desejar, e que seja muito feliz.
E que se precisar de alguma coisa, sabe onde estou.
E vendo-o afastar-me, desejo secretamente que se despache, porque tenho mais que fazer…
 
Mas comum a estes 3 estados de espírito (e aos outros 40) há sempre uma e apenas uma certeza.
 
Que, por desleixo, frieza, estupidez, incompetência humana, ou simples falta de paciência, nunca me deu uma chance.
Para depois em consciência, me poder aceitar ou rejeitar.
 
Que, por egoísmo feroz e instinto de sobrevivência, me pôs à margem sem me dar uma hipótese de pertença.
 
Toda a gente merece uma 2ª hipótese, não é o que dizem?
Nem uma tive.
 
Escorraçada sem palavras, esquecida num eterno abanar de cabeça para afastar pesadelos, não existo.
Pura e simplesmente.
 
E com isso terei de me conformar.
Não o consegui fazer durante 43 anos.
 
Pode ser que nos próximos 40 eu descubra uma forma de o fazer.
Sem mais danos.
 
Este ano, como recebo o fantasma-mor?
Não sei.
Não quero que ele perceba que já o vi aproximar-se.
Acho que vou fazer a minha vidinha normal, como se nada fosse.
Hipócrita, eu?
Porque não?
Não sou menos que os outros, não?
 
E como sou uma boa actriz, de certeza que ele vai passar ao largo, convencido de que não o vi.
Pois.
 
Mas se esta táctica falhar que me resta?
Hum…
 
JÁ SEI!!!!
 
 
 
 
 
 
Chamo os Ghosts Busters!
 
 

 


sinto-me: here we go again...

publicado por Fernanda às 22:30
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 1 de Outubro de 2008
PSSSTTT!! Ó senhora, é consigo sim,não se importa???

 

 

- Pssst, ó senhora!!! Sim, a senhora D. Osga, não se importa?
Desculpe interpela-la assim de sopetão, não é de bom tom interromper o seu descanso estiraçada ao sol, mas como até está prantada na minha parede, a ousadia ficará perdoada….
 
Não somos propriamente estranhas, até porque nos últimos meses nos temos encontrado de noite, no parto difícil do sono que me abandona às 3 da matina, e me remete para a janela incrustada na parede que a senhora fez sua (sem perguntar agua vai, mas enfim..)
 
Não vale a pena mencionar que a acho repelente, até porque já percebi que a sensação é recíproca, e os saltos que provoca no meu coração cada vez que se saracoteia parede fora, nada de bom farão à minha hiper-tensão, mas já me habituei a analisar o posicionamento da sua sombra, evitando a todo o custo olha-la de frente, principalmente se houver luar…
 
Desaprovo grandemente quando se escuda por baixo da portada da minha janela, quiçá já farta dos meus esgares de olhares indecisos entre o enojado e o curioso, pois assim não consigo mesmo ver se a senhora se move para a esquerda ou para a direita, ou seja, para o espaço mais afastado ou próximo da minha pessoa….
 
Confesso que nestas duas últimas noites não lhe liguei grande importância, será que me estarei a habituar à sua presença, sem pensar em eventuais e desastrosos contactos mais próximos?
Afinal, o ser humano a tudo se  habitua, por mais estranho e bizarro que seja, dizem os entendidos na coisa…
 
Mas se não considerasse abuso ou inconveniência minha, gostaria de lhe pedir um grande favor…
Não faço ideia (nem faço tenção de me informar, acredite!) quais os pitéus gastronómicos que a senhora prefere..
Mas.. hum… não sei se cometerei alguma gaffe imperdoável se mencionar, chamando a sua atenção, de que, há cerca de uma semana, o nosso espaço está a ser partilhado por um outro bicho..
 
Acontece que, a senhora não sabe mas eu digo, tenho um profundo respeito por toda a Natureza, por todos os bichos e seres vivos, alguns deles rezando para que se mantenham à distância, mas nunca esquecendo que decerto têm a sua importância nos reinos animal e vegetal!
 
Agora e em minha defesa confesso que este bicho a que me refiro, é dos poucos que me causa mais horror do que a senhora D. Osga, e que rumino a hipótese de não mais assomar à janela, pelo que a senhora D. osga passará a esticar-se solitariamente na MINHA parede, se nada fizer para afastar este bicho dos nossos encontros nocturnos….
 
Portanto e para terminar, porque o sono da sesta já chega (noites em claro têm de ser compensadas…), aqui deixo uma humilde sugestão de que, hoje à noite, antes da hora do nosso meeting, a senhora D. Osga faça alguma coisa para afastar para bem longe (não me importo que o degluta… ) o estupor do nojento do gafanhoto que se julga tão esperto ao camuflar-se no castanho da portada!
 
Agradecida e prevendo o inicio de uma estranha e arrepiante relação simbiótica (a que dificilmente poderei chamar amizade, mas neste mundo temos de ser uns prós outros, lá diz o Povo), me atrevo a alvitrar que logo à noite o problemazinho estará resolvido, sim??????

 


sinto-me: ai que nojo...

publicado por Fernanda às 15:41
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
26
27
28

29
30
31


posts recentes

A ESTRELA !!!

Mas nem tudo são desgraça...

Pois..

Saudade...

ESTUPIDAAAAAAAA!!!!

20 anos

Beleza Pura

De Centauro a Sereia

ATÉ DEUS....

QUERO UM!!!!

arquivos

Agosto 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Dezembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

tags

todas as tags

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds