Porque viver, sobrevivendo, é uma questão de simplicidade...
Terça-feira, 31 de Maio de 2005
...

Ai, custa tanto regressar ao trabalho!!!


 Estava tão beeem de fim de semana prolongado!


A minha viagem a Alcoutim correu bem.


No sábado, quando lá chegámos, estavam só 42 graus!


 No domingo, chovia torrencialmente!


O casamento foi no castelo de Alcoutim, tipo festa medieval, e foi muito bonito.


 Aparte da birra do noivo (só quem conhece o Carlos Boto é que o entende!) que fez atrasar a cerimónia quase 3 horas.


Felizmente, o Alex portou-se muito bem, adorou a festa, a confusão, e foi um castigo convencê-lo que tinha de dormir.


A comida estava óptima (não, não estraguei a minha dieta), a companhia porreirinha, e já conhecia a Estalagem do Guadiana onde ficámos instalados.


Conseguimos não apanhar muito trânsito no regresso.


E sabem o que eu descobri?


Que o melhor de viajar é a satisfação e a felicidade de regressar a casa!


Tenham então uma óptima semana!



publicado por Fernanda às 10:49
link do post | comentar | ver comentários (14) | favorito
|

Sexta-feira, 27 de Maio de 2005
Juro, juro, juro!

Juro que não roguei nenhuma praga para que o sol se fosse embora, só para chatear os que fizeram ponte!!


 Tive vontade, mas não roguei….


 Este fim de semana vou até Alcoutim com a família, vamos ao casamento de uns amigos, a Teresa e o Carlos que, depois de viveram para aí 40 anos juntos, decidiram agora dar o nó oficial.


 Segunda feira não venho trabalhar, para poder recuperar da festança e da viagem.


Já estou a rezar que o bébé Alex esteja bem disposto, senão, em vez de uma festança, vai ser uma vomitança!


Tenham um excelente fim de semana! Até terça



publicado por Fernanda às 09:20
link do post | comentar | ver comentários (28) | favorito
|

Quarta-feira, 25 de Maio de 2005
Ai, ai...

Isto assim é uma tristeza, tremenda, um desconsolo sem fim…


Até perdi a côr, o sorriso, a vontade de falar, de pensar, de me mexer..


 Só me apetece dormir!


 Pareço um molusco gigante, mole como a lama, a arrastar-me pelos cantos aos suspiros e “ais ais”..


 E o pior é que estou MAIS OU MENOS determinada a continuar assim!


Ai, ai….


 Que tristeza, que melancolia…


Nem a revolta contra o deficit me anima….


Nem os males do mundo me atormentam…


Passei pelos vossos blogs e nem força tive para comentar….


Amanhã é feriado e estou completamente indiferente…


Nem o marido, nem a mãe, a sogra e os filhos me conseguem irritar…


NEM O PATRÃO!


Ai, ai….. (suspiro profundo)


 É que viver sem café, custou-me um bocado, mas já me habituei.


 Agora, viver sem chocolate, sem bolos, sem pinhões, sem bolachas, sem sandes cheiinhas do belo e malcheiroso queijo, sem sumos gaseificados, sem molhos apetitosos….


Ai, ai….



publicado por Fernanda às 16:41
link do post | comentar | ver comentários (17) | favorito
|

Terça-feira, 24 de Maio de 2005
Suicidio

No blog da minha amiga Lyra (abarcadelyra.blogspot.com) fala-se, creio que no post de ontem, acerca do suicídio.


 Isto porque o Hélder, (quem sou eu para o tratar assim, pois não o conheci e só hoje soube do seu blog) se suicidou.


 Uma coisa me arrepiou, não sei se é importante: não tem qualquer comentário nos seus textos, só depois de se matar.


Ao ler as suas palavras, senti-as minhas, de há uns anos atrás. Muitos felizmente.


 Considero que o suicídio não é um acto de cobardia, como muita gente diz. Quem o diz, nunca passou por isso de certeza.


Enfrentar a morte de vontade própria exige uma coragem tremenda, não a coragem necessária para enfrentar o dia a dia, mas outro tipo de coragem, tão intensa como a primeira.


Mas o que me preocupa mesmo é o caminho que conduz a tal acto de desespero: a depressão.


 Estamos no séc. XXI e ainda há quem tenha medo de recorrer a psiquiatras, deixando-se emaranhar nas teias desta doença (de ricos, há quem diga) sem procurar ajuda especializada.


Não há uma tradição de saúde mental no nosso país.


E continuam a mascarar-se de “manias” os desequilíbrios mentais e psicológicos, sendo ostracizados no mundo do trabalho (e não só), aqueles que têm coragem de assumir que estão deprimidos, procuram ajuda médica, metem baixa e tomam medicação.


Enfim…


Pela minha parte, e embora ele não se rale com isso, aqui deixo um beijo para o Hélder, que deve estar muito mais feliz agora……



publicado por Fernanda às 11:21
link do post | comentar | ver comentários (16) | favorito
|

Segunda-feira, 23 de Maio de 2005
Só me apetece dizer asneiras!

Sinto-me uma chaleira ao lume. A ferver, a ferver, a ferver. Será que demora muito para transbordar?


 Só não sei se apago o lume, ou pego fogo à cozinha!!!


Estou cansada de ser um pau mandado de toda a gente! Marido, mãe, sogra, patrão, filhos….


 Sempre a fazer a vontade de Suas Excelências, sem ter nada em troca.


 Sempre bem disposta, de sorrisinho amarelo na tromba, como se tivesse de andar sempre a pedir licença para existir!


Sinto um cansaço imenso. De corpo e de alma.


É uma fase, penso para me consolar, tudo há-de ir ao sitio….


Mas não. Deve ser tarde demais para me impor. Todos me amam, mas não me respeitam.


 Não adianta falar alto, virar as costas.


Num imenso “deixem-me em paz!!”.


 É só isso que quero.


 Deixem-me em paz, que eu faço o meu papel sem grandes problemas.


De mansinho. Guardando para mim os sonhos e as esperanças.


Boa semana, meus amigos.



publicado por Fernanda às 11:14
link do post | comentar | ver comentários (15) | favorito
|

Sexta-feira, 20 de Maio de 2005
AI QUE ALIVIO!!

Após anos e anos de indecisão, vou por ali, vou por aqui, não sei bem, até gostava, um dia talvez, o outro é mais giro, quem sabe se sim ou se não….


JÁ DECIDI!


ESTÁ DECIDIDO!!!


 NÃO TENHO MAIS DUVIDAS!!!


 TENHO A CERTEZA ABSOLUTA!!!!!


NÃO MAIS ME QUESTIONAREI!!!!


JÁ POSSO DORMIR DESCANSADA!!!!


Porque….


TARANTANTAM!!! Rufem os tambores, please..


 Porque já sei qual é o meu carro de sonho!!!


 PORSCHE CHEYENNE TURBO !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! (será assim que se escreve?)


Sabiam que a Porsche tem um jeep? Pois é, eu não sabia.


Vi um hoje, estacionado em frente à escola do meu filho.


Babei.


 Fiquei de olhos em bico.


 E babei outra vez.


E voltei a babar.


Dassseeee, que carrito mai lindão! Ai…


Já tenho o que pensar este fim de semana, para me ocupar a cabeça, e não ouvir a minha mãe a minha sogra a darem bicadas uma na outra.


E PRONTOS!!! (arggg)


 Tenham um fim de semana melhor có meu.


Beijos



publicado por Fernanda às 16:04
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
|

Quinta-feira, 19 de Maio de 2005
MAS É QUE É JÁ A SEGUIR!!! que original, não?

Não sei porque há quem, em conversas de café, se revolte contra o fulano.


Coitado.


 Então é ele que tem de pôr 22 perninhas (bem jeitosas) a correr?


 É ele que, do banco, tem de dar força anímica a 11 matulões espalhados num relvado gigantesco?


NÃO ACHAM QUE É DEMAIS para o pobre coitado, hem?


Até num jogo de matraquilhos a coisa pode correr mal, caramba! Vamos lá a ser justos !


Nem todos nascem com a star-quality do Mourinho!


Por essas e por outras é que eu não quero ser chefe. Porque chefe arca com as culpas das borradas que os subordinados fazem.


Às Vezes… Ai…


Vida de treinador não é fácil…


 E como falar de fora é fácil, eu resolvia a coisa muito bem.


Do género:


NÃO GANHAM, NÃO GANHAM!


Traduzindo: não ganham os jogos, não recebem ordenado.


Pimba



publicado por Fernanda às 10:17
link do post | comentar | ver comentários (18) | favorito
|

Segunda-feira, 16 de Maio de 2005
Sem comentários futebolisticos para não ofender almas sensiveis...

Quem quiser aproveitar, a minha Rosinha (o meu anjo da guarda, o meu braço direito e esquerdo – tradução: a minha empregada – não gosto de lhe chamar assim, mas é para vocês entenderem) tem a 2ª e a 4ª feira livres.


 Portanto, quem morar na zona de Lisboa ou Loures e precisar de uma ajudante doméstica de 5 estrelas, aproveite!


É só mandar-me um mail (fernandadias40@sapo.pt) para combinarmos.


 O Presidente da Junta volta hoje, portanto lá fico eu de acesso restrito à net (leia-se só à 3ª e 5ª à hora de almoço, ou quando ele vai à casa de banho ou ver alguma obra!).


 Boa semana para todos



publicado por Fernanda às 09:10
link do post | comentar | ver comentários (15) | favorito
|

Sexta-feira, 13 de Maio de 2005
E que ganhe o melhor!

duelo.jpg Vai ser bonito, vai!


 Só espero que não haja violência e então, que ganhe o melhor!


Bom fim de semana (uns contentes e outros tristes, mas é a lei da vidinha!)


Beijo para todos


(Repararam que não mencionei quem quero que ganhe? Ai esta divisão interior anda a matar-me!)



publicado por Fernanda às 09:14
link do post | comentar | ver comentários (17) | favorito
|

Quinta-feira, 12 de Maio de 2005
Reflexões parvas de quem não tem mais nada em que pensar...

Fases da Vida


 Não sei se vos acontece(u), mas o meu percurso de vida até agora, que tenho 40 anos, tem sido composto por fases bem definidas, cada uma diferente da outra, com características muito peculiares, e que nunca se repetem.


 Apenas um denominador comum: o facto de sentir que nada acontece por acaso!


Senão vejamos:


 Do nascimento até aos 9 meses de idade – Um período de intensa e completa miséria


 Dos 9 meses de idade até aos 12 anos – Uma infância despreocupada, vivida à maria-rapaz, de imaginação muito fértil.


Dos 13 aos 15 anos – O inicio do “pesadelo”, uma pré-adolêscencia marcada pela descoberta do cruel mundo-real , e o aparecimento de todos os fantasmas do passado.


Dos 16 aos 18 anos – O eclodir de todas as crises existenciais, metafísicas e filosóficas!! Ainda pensava que podia mudar o mundo..


Dos 18 aos 19 anos – Como percebi que não era possível mudar o mundo, entrei em desbunda completa e altas farras! Valia tudo para não pensar…. Ou quase tudo! Nunca me droguei nem participei em orgias…


19 anos – Encontrei o grande amor da minha vida.


20 anos – Conheci o meu marido, deixei Lisboa e aterrei na província.


Dos 21 aos 23 – Período de grande felicidade conjugal.


Dos 24 aos 30 – Altura dispendida a ter filhos, e a tudo o que isso implica! Ou seja, sem tempo nenhum para mim…


Aos 30 anos – Grande crise depressiva e inicio dos meus problemas de peso (cheguei aos 110!)


Dos 30 aos 32 – Desmoronar do casamento.


 Dos 33 aos 36 anos – Divorcio, período de grandes dificuldades económicas, muita guerra psicológica. Algumas desilusões amorosas, sofridas e provocadas (quem vai à guerra dá e leva!). Muita liberdade, fui senhora do meu nariz pela 1ª e última vez na minha vida.


 Aos 37 anos – Regressei à minha casa e ao meu ex marido, que se tornou marido de novo. Início das “negociações de paz”.


Aos 39 anos – Fui mãe pela 3ª vez.


40 anos – Até agora, período de alguma paz de espírito, muito ao jeito de “não me chateiem que eu não chateio ninguém”.


E pronto. Em algumas linhas se resume o percurso de uma vida….


E sabem uma coisa? Tenho a mania de que sou uma ave rara, no sentido em que “só me acontece a mim!!”, mas afinal, sou uma pessoa normalíssima!


 Com um trajecto de vida o mais normal possível.


Que tédio….


 Gostava tanto de poder marcar alguma diferença, ter feito ou vir ainda a fazer alguma coisa realmente importante para a Humanidade!


Mas nem todos temos costela de Mourinho, portanto, cá fico pela vulgaridade.


 Beijo para todos



publicado por Fernanda às 10:15
link do post | comentar | ver comentários (30) | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
26
27
28

29
30
31


posts recentes

A ESTRELA !!!

Mas nem tudo são desgraça...

Pois..

Saudade...

ESTUPIDAAAAAAAA!!!!

20 anos

Beleza Pura

De Centauro a Sereia

ATÉ DEUS....

QUERO UM!!!!

arquivos

Agosto 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Dezembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

tags

todas as tags

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds