Porque viver, sobrevivendo, é uma questão de simplicidade...
Sexta-feira, 25 de Fevereiro de 2005
...

Há muitos anos que não tenho um só dia sem ter dores.


Para aí há 10…


Ou é dor moinha, ou guinadas, ou dor forte mesmo, que me tira da razão e me dá vontade de desaparecer!


Habituei-me a (con)viver com a dor, e nunca cheguei ao ponto de não conseguir fazer a minha vida normal.


 Até hoje.


 Meus amigos, não há nada pior do que ficarmos dependentes dos outros para fazermos as coisas mais simples, como vestir, andar….


Toma-se uma quantidade industrial de medicamentos, que demoram séculos a fazer efeito.


 E vê-se a vidinha a andar para trás.


 Faço as ideia as pessoas que têm doenças graves, o que não devem sofrer, quando criam resistência aos analgésicos, e já nada faz feito.


 Não me parece que em Portugal haja uma Medicina da Dor que seja eficaz. A maioria dos médicos não está sensibilizada para esta questão.


 E quem se lixa é sempre o mexilhão.


 Portanto, meus amigos, se eu estiver desaparecida uns dias, não se aflijam. Estou em casa aos “ais”.


 Bom fim de semana e portem-se mal enquanto é tempo!



publicado por Fernanda às 10:59
link do post | comentar | ver comentários (29) | favorito
|

Quinta-feira, 24 de Fevereiro de 2005
...

Estou realmente assustada com as alterações climatéricas que o nosso planeta está a sofrer.


Todos os dias ouvimos noticias de que chove e neva onde não é habitual, inundações que levam tudo à frente, secas tremendas que tudo matam…


Mesmo no nosso País, as coisas estão como estão.


 Inverno não há.


O Verão, vamos a ver como corre.


 Nunca pensei dizer isto, mas tenho saudades da chuva.


Do recolhimento a que ela nos obriga.


 Da fuga entre uma porta e outra, porque o chapéu ficou em casa.


Dos impropérios contra S. Pedro.


 Tenho saudades até das molhas que enregelam os ossos.


Do cheiro da terra molhada.


 Vamos esperar…



publicado por Fernanda às 11:20
link do post | comentar | ver comentários (25) | favorito
|

Quarta-feira, 23 de Fevereiro de 2005
O meu post de hoje
Está em

apenassermulher.blogs.sapo.pt


publicado por Fernanda às 11:12
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|

Terça-feira, 22 de Fevereiro de 2005
...

Falar da roda viva em que o dia a dia nos engole, é pouco.


Já estou cansada de falar como estou cansada.


E à medida que observo os outros ao meu redor, parece-me óbvio que ninguém tem sossego!


As crianças andam num autentico carrossel, mas sem cavalinhos nem música de feira, pois têm os mesmos horários dos pais, levantar cedo, ir para amas ou creches, actividades extra curriculares, para a escola ou jardim de infância.


Chegam a casa estafadas, e ainda com trabalhos de casa para fazer.


Os jovens andam às voltam com entrada em faculdades, com os consequentes trabalhos e frequências, e nem sequer se podem pôr a pensar nas perspectivas de emprego, senão desmoralizam num instante!


Os que já acabaram um curso ou a formação profissional, perdem o sono pelas respostas a anúncios e envio de currículos.


Começam a namorar e querem comprar casa, é mais uma dôr de cabeça.


Os adultos, bem….


È o transito, o trabalho ou a falta dele, o ordenado que não chega para todas as despesas, os problemas que se atropelam em cadeia, para ver qual é o primeiro a chegar!


Os velhotes, ganham tempo livre, mas perdem a paz ao fazerem contas às reformas (de miséria), às contas da farmácia, à viuvez que chega sem aviso, aos filhos que se esquecem que eles existem mesmo sem querer…


E o que dizer da incerteza da vida?


Todos os dias nos levantamos sem sabermos o que irá acontecer, se não vem a caminho alguma desgraça.


Talvez, quem sabe, alguma benesse, alguma pontinha de sorte….


Somos formiguinhas neste imenso universo.


Cada uma no seu carreiro.


Enfim…


Vamos lá parar com as filosofias baratas.


Continuo sem net no meu computador.


Por isso não vos consigo visitar, ou o faço a correr quando a minha colega vai à casa de banho.


Se calhar, ainda lhe ponho um laxante no café?


Hem?


Não acham boa ideia?


E a quem interessar, já concordámos lá em casa em relação ao nome do meu cão que, espero, já deve ter nascido.


Será Faraó.


Já que o Egipto está cada vez mais longe, nem por um canudo o consigo ver..


Beijos para todos.


Enquanto não pagam imposto.


Beijos para todos. Enquanto não pagam imposto.



publicado por Fernanda às 14:49
link do post | comentar | ver comentários (15) | favorito
|

Sexta-feira, 18 de Fevereiro de 2005
Bom fim de semana
E não se esqueçam de ir votar!


publicado por Fernanda às 10:55
link do post | comentar | ver comentários (23) | favorito
|

Quarta-feira, 16 de Fevereiro de 2005
Pensamentos matinais

Ele:


 “Ainda não são sete da matina, e já esta gente anda a fazer barulho pela casa! .. alho, que já não se pode dormir! Estive até às tantas a ver o filme, e agora não posso descansar! E logo hoje que vou ter um dia tramado! Tenho de sair cedo de casa, lá para as 11 horas, senão é complicado! Mas que raio andam eles a fazer que não se calam??”


 Ela:


 “Já vi que vamos sair atrasados outra vez. O raio dos miúdos nunca mais se despacham e o bébé não há meio de acordar! Bem, ainda tenho tempo de pôr a loiça na máquina e a ver se não me esqueço de mudar a água ao cão. Vai ser um dia lixado…”


Ele:


 “Lá me esqueci outra vez de trazer dinheiro para os miúdos levarem para a escola. Não tarda, vem ela aí chatear-me.. Bem, que pare num Multibanco e levante, que eu vou virar-me para o outro lado que ainda tenho tempo….” Ela: “Este gajo não trouxe dinheiro outra vez. Juro que não vou parar no Multibanco! Nem levo os sacos do lixo para o contentor. Também, não tinha espaço no carro para isso. Gaita, que stress logo de manhã! Bem, deixa-me lá ir vestir o bébé, que os outros já estão quase prontos. A ver se não me esqueço de mudar a água ao cão quando sairmos….”


Ele:


 “Parece que já estão despachados. Finalmente! Sempre quero ver se me vêm dar um beijo de despedida, ou se se armam em esquecidos e apressados… Que chatice, vou ter de tomar banho a correr. Espero que o gaz não acabe!”


Ela:


 “Vamos lá despedir dele e despachar para o carro. Já não me lembro se pus o xarope no saco do almoço do bébé. Acho que ainda tenho umas moedas no carro que dão para os miúdos. Merda, não pus nada a descongelar para o jantar…”


Ele:


 “Bem, é melhor começar a arranjar-me, tenho de estar no gabinete antes do meio dia..”


 Ela:


 “Pela cara dos miúdos, não me devo ter penteado. Está um trânsito do caraças! Espero não me atrasar, tenho de abrir o atendimento às 9 horas. Se calhar, não vou ter tempo para tomar o pequeno almoço. Merda! Lá me esqueci de mudar a água ao cão..”


 Ele:


 “Deixam sempre tudo desarrumado! Olhem para isto! Onde é que eu pus os sapatos ontem? E a porcaria da gravata? Que nervos! Nunca encontro nada! Olha, os sacos do lixo ainda ali estão. Ela podia tê-los levado, mas é tudo em cima de mim. Acho que deixei o telemóvel no carro. Nem sei que perfume hei-de pôr…Mas foi um rico banho, é pena ter acabado com o gaz..”


 Ela:


 “Bem, já deixei 2 filhos na escola, falta um. Realmente, nem me penteei… Olhem para esta figura! À hora do almoço, tenho de passar na farmácia, antes de ir buscar o bébé. Que raio vou fazer para o jantar?? Não pus nada a descongelar… mais uma vez, não vou conseguir ir à natação. Que se lixe! Tenho mesmo é de tomar banho. Espero que ainda haja gaz…”


 Moral da história: Venha o gaz canalizado!



publicado por Fernanda às 17:23
link do post | comentar | ver comentários (24) | favorito
|

Segunda-feira, 14 de Fevereiro de 2005
É dose pra leão!

Esta trampa de ano está cada vez pior!


 Bateram-me no carro, não chamei a policia, a senhora tinha bom aspecto e esteva tão atrasada como eu, e agora ando de capot amachucado a estragar o sorriso do meu pópó!


 Os meus inquilinos continuam a não pagar a renda, nem a luz nem a água, e a casa do Carregado nunca mais se aluga. Moral da história, estamos a pagar 3 rendas ao banco.


 DDAASSSEEEE!!!!!


A minha gripe continua a cozinhar em lume brando, e meu bébé anda que nem pode, até arrota a xarope, coitadinho.


 Mais desgraças??? Deixa cá pensar!


 Ah! Estou mesmo sem acesso à net no meu computador, tive de vir ao da minha colega para poder publicar estas linhas.


 ACHAM BEM??? ACHAM NORMAL????


É melhor não dizer mais nada antes que atraia mais alguma chatice.


Como devem calcular, visitar-vos está impossivel.


 JÁ SEI!!!


 Vou passar a tarde a chatear a cabeça ao técnico de informática cá da Junta.


Ai vou, se vou!!!


 BEIJOS, mas poucos, por causa dos micróbios...



publicado por Fernanda às 12:51
link do post | comentar | ver comentários (26) | favorito
|

Quinta-feira, 10 de Fevereiro de 2005
A ausencia
Deve-se ao facto de eu e o bébé Alex estarmos doentes.
Se tudo correr bem, volto segunda..
Beijo para todos


publicado por Fernanda às 10:53
link do post | comentar | ver comentários (30) | favorito
|

Quinta-feira, 3 de Fevereiro de 2005
...
Sento-me em frente ao ecran.
Esquecida dos papeis que me gritam e agridem.
Perdida na gente que me cerca e me sufoca.
Arranco do peito a esperança que um dia vou conseguir.
Ter tempo.
Ter espaço.
Ter a lentidão saborosa que me escapa...
Para curtir cada segundo do dia que não volta mais.
Este dia, como todos os outros, termina ao bater das doze badaladas.
Quero fazê-lo inesquecível, perduro, vivo nos segundos que se escoam sem piedade.
E sem piedade os papéis e a gente pequena me cercam.
Me gritam. Me incomodam. Me sufocam.
Um dia..
Quem sabe….


publicado por Fernanda às 13:44
link do post | comentar | ver comentários (30) | favorito
|

Quarta-feira, 2 de Fevereiro de 2005
...
Sei que o motivo é parvo, mas estou muito feliz.
Há um ano que ando à procura de alguém que me arranjasse um cão grande, mas ainda bébé, para se habituar a nós e principalmente às crianças, e que fosse também uma companhia para o meu canito-rafeiro-amostra-de-cão que anda lá pelo jardim.
Hoje entrou aqui na Junta um velhote que me veio perguntar se eu queria um pastor alemão de uma ninhada que está para nascer este mês.
DIGAM LÁ SE É SORTE OU NÃO, HEM???
Um cachorro oferecido, e logo da raça que mais gosto!!
Aceito sugestões para o nome.
Ponham essa carola a funcionar, please, e aceitem um grande beijo!
Pois é… São as pequenas coisas da vida que nos põem a sorrir…


publicado por Fernanda às 11:38
link do post | comentar | ver comentários (24) | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
26
27
28

29
30
31


posts recentes

A ESTRELA !!!

Mas nem tudo são desgraça...

Pois..

Saudade...

ESTUPIDAAAAAAAA!!!!

20 anos

Beleza Pura

De Centauro a Sereia

ATÉ DEUS....

QUERO UM!!!!

arquivos

Agosto 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Dezembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

tags

todas as tags

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds